16 abril 2007

Vaginismo


Querer e Não Poder: Angústia Sem Controle

É a contração involuntária dos músculos próximos à vagina que impedem a penetração pelo pênis, dedo, ou espéculo ginecológico ou mesmo um tampão. A mulher não consegue controlar o movimento de contração, apesar de até querer o ato sexual. Há intenso sofrimento. Também podem aparecer sinais de pânico, como náuseas, suor excessivo e falta de ar quando a pessoa tenta enfrentar este medo, aproximando-se de seu parceiro. Mesmo desejando um contato sexual, há falta completa de controle de suas reações físicas de rejeição.

É uma disfunção não muito freqüente e geralmente acomete mulheres com um nível intelectual alto, de boa situação econômica, com jeito de ser do tipo controlador e com dificuldades de intimidade.


Mas E Por Quê?

Vários fatores podem determinar o Vaginismo. Sempre devemos observar se há alguma causa orgânica para dor durante o ato sexual, como os desequilíbrios hormonais, nódulos dolorosos ou infecções nos genitais. O uso de algumas medicações que tenham como efeito colateral a diminuição de lubrificação vaginal também devem ser pesquisados.

As causas psicológicas mais profundas são: situações traumáticas de abuso sexual ou estupro, mensagens anti-sexuais durante a infância (como escutar dos pais que sexo é sujo), culpas, comportamento sedutor ou controlador por parte dos pais, dificuldade em unir amor com sexo na mesma pessoa (esposa X prostituta), raivas entre o casal ou competição temida com o pai ou mãe, entre outros.


E Tem Solução?

Vaginismo é uma disfunção relativamente fácil de se tratar quando se tem como objetivo apenas capacitar a paciente para a penetração. No entanto, até a mulher procurar ajuda, muitos anos de sofrimento podem se passar. Geralmente é o ginecologista que descobre que sua paciente tem dificuldades em realizar o exame. Ele a encaminha ao Terapeuta Sexual para avaliar a necessidade de uso de alguma medicação e preparar emocionalmente a paciente para enfrentar o tratamento de dessensibilização, técnica mais indicada para essa disfunção sexual. Nos casos moderados e graves de Vaginismo, a Psicoterapia de Orientação Analítica é fundamental para possibilitar a paciente a buscar o ginecologista.


Técnica de Dessensibilização:

A dessensibilização é realizada pelo ginecologista e consiste em expor a mulher gradativamente à situação de penetração vaginal com o uso do dedo ou de cones específicos para o tratamento. Inicia-se com a orientação de como são os órgãos genitais femininos, mostrando à mulher com um espelho sua própria anatomia. Em seguida, tenta-se introduzir um dedo na vagina. Gel lubrificante é utilizado. Com o desenvolvimento da técnica, a mulher vai reduzindo sua hiper-sensibilidade vaginal, permitindo a introdução de cones e após, do pênis de seu parceiro sexual. As tarefas com o parceiro são realizadas na intimidade do casal. O ginecologista atua como facilitador, tentando diminuir as fantasias da mulher de se sentir rasgada, perfurada ou dilacerada.


Psicoterapia de Orientação Analítica

Indicada para os casos onde há conflitos emocionais moderados a graves, como, por exemplo, abuso sexual na infância. Consiste em sessões psicoterápicas onde a paciente é convidada a falar tudo que lhe vem à mente. O Terapeuta Sexual, através da interpretação, confrontação e clareamento, vai ajudar a paciente a compreender a ligação entre seus problemas mais profundos e o sintoma sexual do vaginismo. Com o alívio dos temores e fantasias de dor e de invasão pessoal, a paciente pode ser reencaminhada para seu ginecologista para a dessensibilização.

21 comentários:

DUCA disse...

Interessante falares de vaginismo a seguir a teres falado em pompoarismo, pois é sabido que pompoar pode ajudar as mulheres com essa disfunção.
Obrigada pela tua visita ao meu humilde espaço.
Parabéns pelo teu blog.
Beijo.

João Cordeiro disse...

Obrigado pela mensagem deixada.

Belo poema... umk bom presente


Abraço sonhador

Escorpiana Explosiva disse...

adorei o q colocaste para mim lá,e aqui também gostei muito pois assim fico sabendo mais o q se passa comigo as vezes.bjo

Vity disse...

Ola,

Mais um tema de grande interesse, abordado de forma clara e bem explicita.
De facto, cada vez mais se fala de sexo, mas dos problemas sexuais pouco se fala, pouco se esclarece.
Muitas pessoas hoje em dia continua a designar o vaginismo como uma disfunção sexual do foro fisico, e, sím é verdade que pode ser, mas é não, grande parte dos casos derivam precisamente do foro psicologico....
Creio que, tudo passa pela educação sexual que deveriamos ter tido, e que, temos de dar aos mais novos, para que, estes temas sejam abordados de forma natural e na sua sequencia sejam "tratados" na sua fase inicial....
Sera um processo lento, mas graças a artigos como este, será positivo.
beijo
Vity

Skin on Skin disse...

Interessante...não sabia de alguns promenores...as causas por exemplo, e tem cura se bem que seja um processo complicado e lento, mas assim as mulheres aprenderam a conhecer o corpo e a tirar prazer!

Beijokas on skin

Por Amor disse...

Parabéns por este blog!...
Vim cá parar por acaso...Um beijo!

Lu@r disse...

Esclarecido por completo...

:)

Abraço

Rute disse...

Muito obrigada pela tua visita, consefesso que tb eu não te conhecia, mas achei muitissimo interessanto, os assuntos que abordas, de uma forma verdadeiramente arrojada.
um beijo

Rafaela disse...

Interresante.

Princess Fabiana disse...

Desconhecia que tinha tratamento o vaginismo.. obrigada por abordares temas sempre tao uteis a todos nos ... Jinhos *****

• Fabi •

un dress disse...

desconhecia esse...

na minha modesta opinião será uma espécie de fobia e temos que acreditar que possa melhorar...claro que sim!:)

abraçO

Maria Strüder disse...

Lol isto é o nosso consultório sexual melhor que o da revista Maria :p

amaciador disse...

Concordo com a maria struder. Obrigado pela tua capacidade de abordar estes temas!

maria porto disse...

Trata-te!

zeze disse...

Olá
Obrigado pela tua visita, Tens aqui um blog muito educacional, faz sempre bem saber certos pormenores...

Um Abraço Scalabitano

Miss.M disse...

olá,
antes de tudo, muito obrigada pela visita ao nosso blog, falo por mim e pelo meu sócio, Mr.M, e parabéns pelo conteúdo do teu espaço. Super actual e sem tabus.

Esperamos por a tua visita mais vezes e prometemos aparecer também!!!!

beijinho

Miss.M & Mr.M

Lindona disse...

Valha-me Deus, desconhecia por completa tamnha complicação...

João Cordeiro disse...

DESAFIO:

O meu novo livro já tem título. O enigma é saber se alguém acerta, após a leitura da síntese que apresento.
Uma pequena ajuda... a foto... e o texto.
O título está entre "eles"...
O primeiro a acertar, terá como prémio o original devidamente autografado.

João Cordeiro

Amor Eterno disse...

------\.\.~.~././
--------(@.@)
--oOOo-(_)-oOOo--- -----@@@@@@!
-o@@@@!!!!!;;;@-------@..……….....::;!@
'O@@!!!!!!!;;;;;;;;@---@...…………..:;;;;;;!@
@@@!!!!!!!;;;;;;:::.@@......…..…...:;;;;;;;;;!@
@@!!!!!!!!!;;:::::.............……..…...;;;;;;;;;;!@
@@@!!!!!;::::::::…..........………...;;;;;;;;;;!@
-@@!!!!;;::::::::……........…..….…..;;;;;;:;!@
--@@!!:;;::::::::...Bjokas…….…....;;;;;;!@
----@!!!!;::::::::…....fofinha!………...:::@
------!!!!!;:::::::::…......…….……....….@
--------!!!;:::::::::::.……………….....@
-----------!!!;;:::::::::.…..…….…..@
--------------:::::::::::……..…@
------------------::::::::.…...@
---------------------:::::.@
----------------------::;::
-----------------------::

Fúria das Águas disse...

É bom vir aqui e sair sabendo um pouco mais.
Um beijo
Furia

luafeiticeira disse...

A mim as doenças... desculpa lá, eu sei que esses textos são úteis, eu até gosto dos ler, mas vê lá se da próxima colocas qualquer coisa oposta, o. k.?
Jocas