22 junho 2007

Descoberta a causa da paixonite aguda


Quem está apaixonado, pode estar doente e não sabe!
Calma, calma, não precisa fazer exames nem ir correndo ao médico.

Esta conclusão veio com o resultado de uma pesquisa organizada pela psiquiatra Donatella Marazziti, da Universidade de Pisa, na Itália. Isso só ajudou a confirmar o que muitos cientistas já suspeitavam: a paixão pode ser mesmo uma doença.

Segundo o resultado do estudo, os apaixonados têm cerca de 40% menos serotonina no cérebro que as pessoas "normais".

Esta é uma substância chamada de neurotransmissor que existe no nosso cérebro e serve para conduzir a transmissão de uma célula nervosa (neurónio) para outra. É, também, uma das responsáveis pelo controle do apetite, do sono, do humor, da ansiedade, e até da agressividade.

Tudo isso explica a maneira de se comportar daqueles que estão apaixonados. Perder o apetite, não dormir direito, ter palpitações, etc; tudo isso deixou de ser encarado como um mero capricho para ser analisado com mais profundidade.

Mas, para a frustração de quem pensa que pode morrer de paixão, o estudo também fez outras descobertas. Os sintomas duram, em média, seis meses, assim como a paixão em si. Esta é uma boa notícia para quem não é correspondido. O tempo de sofrimento é até suportável.

Já para quem está vivendo uma grande e feliz paixão correspondida, não há motivo para desespero. Quando acaba essa fase, a paixão pode-se transformar noutros sentimentos. Isso depende de como foi conduzida a relação.

Para a psicóloga especializada em Sexualidade Humana - Lucianne Fernandes, "a paixão é cega, instantânea e pode ser unilateral. Normalmente, o apaixonado não consegue ficar longe do objecto da paixão. O amor já é mais bilateral, um sentimento mais maduro, onde ambos podem amadurecer e evoluírem juntos".

Se a pessoa apaixonada não for correspondida e perder o interesse pelas pessoas e actividades que antes fazia frequentemente, ela deve procurar o apoio da família e dos amigos. Em muitos casos, pode-se iniciar um quadro depressivo e isso exige um pouco mais de atenção. Para Dra. Lucianne, a alternativa mais adequada é procurar ajuda através de um profissional da área da saúde. "Pode-se estar a adoecer por causa da paixão", completa a psicóloga.Ela ainda diz que a paixão não dura muito, mas pode ter um final trágico como, por exemplo, passar a desprezar ou mesmo odiar o objecto da paixão. E isso também trará sofrimento. .

28 comentários:

João Cordeiro disse...

Mais um belo texto sobre a problematica omplexa que é saber viver.


Parabéns


Abraço sonhador

mInErVa disse...

E que doença boa essa...
bjo Grande
MiN

Nanny disse...

A paixão tem sempre associados sintomas físicos... as habituais borboletas no estômago, por vezes mesmo nauseas... os arrepios e calores... a extrema sensibilidade da pele (e não só), são causados pelas alterações hormonais resultantes da paixão.

De qualquer forma, quando se situa dentro dos parâmetros não patalógicos, a paixão é dos estados emocionais mais maravilhoso e empolgante!

Beijinho

p.s. - fiz-te uma maldade com o post de 14 de junhos ;-)

Moura ao Luar disse...

;-) tenho saudades de estar apaixonada, dura pouco mas é bom hehe

Fúria das Águas disse...

Como é bom estar doente assim, mas dura tão pouco né kkkkkkk.
UM beijo
Furia

PoesiaMGD disse...

Gostei de saber!
Um abraço

Twlwyth disse...

Já diziam os extintos Ornatos que guardar amor cá dentro não nos faz nada bem. :)

DELÍRIOS disse...

DESEJOS ARDENTES

Quero nos teus braços ser acarinhada
nos teus beijos encontrar todo amor
desnudando minha alma apaixonada
e alucinada para sentir o teu calor.

Te quero pomposo e imperioso
libertando todos os meus desejos contidos
com teu jeitinho atrevido e malicioso
provocando em mim suspiros e gemidos.

Permita-me te amar ardentemene
saciando as minhas desvairadas fantasias
toma-me nos teus braços com desejos ardentes
e grave em mim a marcas das tuas ousadias.

Faça-me prisioneira de todos os teus carinhos
meu corpo inquieto clama por paixão
quero a chama de todos os ninhos
e teu corpo como lavas de um vulcão

Bjus iluminados e perfumados de Delirios...

belakbrilha disse...

Paixão!
Doença?...talvez!

...mas que é bom lá isso é!

hehehehehe

bjs

o alquimista disse...

Mais uma lição...!

O beijo da bruma com a água, é dança de dispersos sonhos, perdidos no silêncio desta baía, por longos e agrestes caminhos. Sentei-me! No peito ausência, a luz não tem hora, a paixão solta de amarras, que teima em não ir embora. Gira a vida em sua roda, invisível, celebro os dons da terra com a aurora, no espelho desta lagoa em arrepio, vejo um conhecido rosto que chora.


Bom fim de semana

ci disse...

tou doente e muito...he he he

beijos incomuns da ci

Um Momento... disse...

E que bom é ter uma paixonite aguda

Gostei de ler

Um beijo e um Sorriso

Excelênte fim de semana (",)

PS: Grata pelas tuas visitas ao meu espacinho(*)

Noivo disse...

parabéns pelo blog! vou devorar com mais tempo!

Op.Louca disse...

Hummmmm...Paixonite aguda!!!
Bom tema este, que teria pano para mangas, mas apenas digo:
Como é bom estar-se Apaixonada! ;)

Sejam eles os sintómas que forem, não deixa de se viver esse belo momento.

Beijinhos ;)

lili disse...

estar apaixonada por vezes é uma doença tem que se controlar, o pior é quando esta descontrolada essa paixao

Vity disse...

Ola...

Perante isto, acho que tenho de me apaixonar para ver se perco peso ... o problema é que já sofro de insoneas e se estar apaixonada as agrava ... fico indecisa... se prefiro emagrecer ou deixar de dormir por completo...

Vou ter de pensar neste assunto (rsrs)...

Agora sem brincadeiras... é uma realidade que existem pessoas que se entregam com tanta intensidade a uma paixão... que passam a viver em função dela ... e quando termina ... entregam-se a desgostos de tal forma que acabam por entrar em depressão...
Obviamente que isso é grave e requer a atenção dos familiares e amigos mais proximos para ajudar a ultrapassar esses momentos de angustia...

Enfim ... coisas de amores e desamores...

Continuo a achar que o melhor "tratamento" é aquela "mesinha" antiga: "desgosto de amor ... cura-se com um novo amor" (acho que é assim...)

Beijocas
Vity

MAR disse...

ME ENCANTA TU BLOG, ¿PODRIAS ESCRIBIR EN ESPAÑOL TAMBIEN? ASI SERIA MAS FACIL PARA LOS QUE NO SABEMOS PORTUGUES.
BESITOS.
MAR

Escorpiana Explosiva disse...

texto maravilhoso,vc mais uma vez fez eu ficar encantada.

A Minha Vida... disse...

Lol só pode ser a brincar, eu não consigo acreditar nisso e muito menos que tenha uma duração média de 6 mêses ;)
Vim agradecer a visita e dizer que vou voltar e linkar-te, pois gostei muito do teu blog =)
Beijo Grande*

Som Do Silêncio disse...

Sem dúvida alguma que a paixão é uma grande doença...
Mas quem não quer estar mortalmente doente com ela?

Um Beijo em Silêncio

o alquimista disse...

Passei para te deixar um abraço...

Rita disse...

Quando encontras o teu par e és "Feliz para Sempre" ficas com Paixonite Crónica...

Sleeping_Angel.69@Hotmail.com disse...

bem eu já sofro de paixonite cronica pois já encontrei o meu par a muito

marco disse...

eu ando sempre doente!! quem me cura?

Diva disse...

tou precisando apanhar esse virus o mais rapido possivel. KKKK doenca deliciosa essa.
Bjs meus

AcidoCloridrix disse...

Sem sofrimentos,,,, Convido-te a votar nas ????? maravilhas do sexo, aqui: http://sexohumorprazer.blogspot.com/2007/06/as-maravilhas-do-sexo.html
Obrigado,,,, HCL

un dress disse...

bem me parecia que era uma doença do foro da bioquímica!!


;)??




beijO

lu_fer disse...

Gostei de ver uma matéria minha publicada em seu blog...parabéns pela sua iniciativa.Abraços

Lucianne Fernandes