11 maio 2007


Paixão, amor romântico e amor são sentimentos distintos, embora confundidos com frequência. A paixão é sem dúvida a que causa mais tormentas. Sua característica principal é a urgência; é tão invasiva e poderosa que pode fazer com que sejam ignoradas todas as obrigações habituais. Perturba as relações quotidianas, arrancando a pessoa das actividades a que está acostumada, deixando-a completamente fora do ar. É comum se fazerem escolhas radicais e muitas vezes penosas — falta-se ao trabalho, larga-se o emprego, muda-se de cidade, abandona-se a família. O ardor sexual é um componente importante da paixão e por isso mesmo ela nunca foi aceita como base para o casamento. Ninguém ousava criar ligações duradouras a partir de um amor apaixonado.
A paixão é de certa forma um fenómeno universal, mas o amor romântico é específico do Ocidente. Aproveitou alguns elementos da paixão, se diferenciando dela em importantes aspectos. Ao contrário da paixão, em que ninguém consegue raciocinar, o amor romântico prevê uma vida a dois estável e duradoura. Geralmente ele está associado ao amor à primeira vista, ao casamento e à maternidade e também à crença de que o verdadeiro amor é para sempre. Desde o início se intuem as qualidades da pessoa, e a atracção que se sente ocorre na mesma medida em que se supõe que ela vai tornar completa a vida do outro Por isso, a atracção sexual que se sente no amor romântico é mais tranquila, bem diferente do tesão enlouquecido que se vive na paixão.
Os homens nunca tiveram problemas para resolver a questão entre o amor romântico, carinhoso e terno do casamento e a paixão sexual pela amante. E a vida seguia em frente com o confinamento da sexualidade feminina ao casamento, e a mulher orgulhosa por ser considerada respeitável.
Na base do amor romântico observa-se a influência de um conjunto de práticas que povoam as mentalidades amorosas desde o século XII, quando surgiu o amor cortês. Entre elas estão: a não aproximação dos corpos, comunhão de almas propostas pelo cristianismo, a idealização do bem amado, abdicação ao amor a si próprio, completa fidelidade. Nesse tipo de amor espera-se que o outro preencha um vazio só percebido depois que a relação se inicia.
Falta falar do amor sem projecções e idealizações, que existe por si mesmo, só para amar e ser amado. O que se sente nesse amor? Prazer de estar com alguém, vontade de dividir nossas questões existenciais, participar da vida do outro e permitir que ele participe da nossa, ser solidário, torcer pela pessoa, sentir saudades. E claro que é possível amar muito uma pessoa e sentir tesão por ela. Ou não sentir tesão nenhum. Isso não faz a menor diferença no amor. .

32 comentários:

YNF disse...

Belas Palavras, belas fotografías, belo blog.
Salutti!

david santos disse...

Bem, aqui só posso dizer que todo o trabalho é belo. Fotos espectaculares muito bem acompanhadas pelas palavras. Adorei. Bom fim-de-semana

João Palma disse...

Excelente texto!

João Cordeiro disse...

Obrigado pelas palavras deixadas no meu canto.

Aqui aprende-se sempre um pouco.


Abraço sonhador

Alma Nova disse...

Belas palavras nesta definição de...simplesmente Amor. O tal sentimento onde tudo faz sentido e que transforma a vida no prazer constante da entrega e da partilha. Jokitas.

Rafaela disse...

BOM FIM DE SEMANA  
 ♥´¨*♥.¸¸.«♥»-(¯`♥´¯)-»♥».¸¸.♥*¨`♥´
♥      ♥      ♥
     ♥      ♥    ♥
     ♥  ♥   ♥
♥    -:¦:-¨`*:. .:*¨“-:¦:-   ♥
   -:¦:-  SUPER    “-:¦:-
  ♥-:¦:-    BEIJO    -:¦:-♥
    -:¦:- PRA      -:¦:-
 ♥    -:¦:-VOCÊ    -:¦:- ♥
      ♥   -:¦:- -:¦:- ♥
   ♥       -:¦:-   ♥
     ♥   ♥   ♥
♥´¨*♥.¸¸.«♥»-(¯`♥´¯)-»♥».¸¸.♥*¨`♥´

Op.Louca disse...

Passei....li de uma ponta à outra e gostei!
As fotos são muito bem enquadradas nos textos que escreves. Está um cantinho muito agradavel, e os textos muito bem escritos!
Voltarei.....Bom fim de semana.

Beijinhos : )

Som Do Silêncio disse...

Sem dúvida a paixão é sinónimo de tesão...

Belo texto.

Beijokas e obrigado por passares no meu cantinho

P.S.: Se não te importares vou-te linkar ok?

Morrigan disse...

Gostei das tuas ideias...e concordo com elas. Mas qual é mais importante, o amor ou a paixao? Creio que isso depende da personalidade de cada um,,,

luafeiticeira disse...

Bom texto, também há quem chame à paixão enamoramento, como Francesco Alberoni no livro Enamoramento e Amor que li hà muitos anos e que cedo me ajudou a distinguir a paixão do amor.
jocas

Bia disse...

Li duas vezes, porque precisei de o fazer, pois realmente este texto responde com clareza a muitas perguntas que sempre me fiz. Amor/ Paixão, sempre vi estes dois sentimentos de forma diferente e do jeito que tu escreveste, a paixão deixa-nos no "ar" e o amor é mais tranquilo.
Gostei muito do amor sem projecções, é sem dúvida o mais puro e transparente.
Ás vezes é preciso ler para clarificarmos na nossa mente o que já sabemos mas no entanto queremos ouvir o eco de nossas palvras ditas por alguém que sabe do que fala.
Gostei muito deste teu texto.
Um bom fim de semana

TATIANA disse...

OLÁ MINHA DOCE AMIGA!!!

OBRIGADA PELO CARINHO DEIXADO
NO MEU CANTINHO, AMEI!!!

ESTEJA CERTA DE QUE A FELICIDADE
DE SUA VIDA NÃO PODE VIR DE FORA.
VOCÊ SÓ PODERÁ ENCONTRAR A
FELICIDADE QUANDO SOUBER FAZÊ-LA
NASCER DE DENTRO DE SEU CORAÇÃO,
QUANDO APRENDER A AJUDAR A TODOS
INDISTINTAMENTE, COM SUAS AÇÕES,
SUAS PALAVRAS E SEUS SENTIMENTOS.

DESEJO UM ÓTIMO FINAL DE SEMANA PRA VC!
FIQUE COM DEUS E BEIJINHOS NO SEU
LINDO CORAÇÃOZINHO.
DA SEMPRE SUA AMIGA... TATI

http://cantinhonovodataty.zip.net

ZezinhoMota disse...

A Dreams deixou-nos e que sua alma descanse em paz.

no meu blog http://zezinhomota.blogspot

terá um post que lhe é dedicado para ler.

Um abraço

ZezinhoMota

disse...

Olá, dps de um tempo ausente retorno para lhe desejar um maravilhoso fim de semana, beijus

un dress disse...

muito interessante!!

voltarei para ler melhor daqui a pouco...



beijO

Zeca Paleca disse...

Aqui fala-se com beleza e enlevo. Aqui, neste cantinho, há um tributo ao AMOR e à reflexão.


Tenho umas latitas de PEPSI COLA para te oferecer no:

http://lusoprosecontras.blogspot.com

Vem buscá-las e

BOM FIM-DE-SEMANA.

Afrodite XXI disse...

Gostei do texto. A paixão é um sentimento delicioso, mas também perigoso, porque nos tolda o raciocínio.
Beijinhos

Fúria das Águas disse...

Como sempre textos maravilhos aqui.
Um beijo e bom fim de semana.
Furia

Shelyak disse...

Texto delicioso e que me fez lembrar o Francesco Alberoni, à semalhança da Lua Feiticeira. Curiosamente, no meu blog tenho alguns excertos do creio ser o último livro dele - Sexo e Amor - com algumas reflexões.
Para reflectir e muito... gostei de aqui vir !
Beijinho :)

Lu@r disse...

No amor o sexo é o complemento.

Abraço

Irritadinha disse...

É sempre bom ter a noção das grandes diferenças, pior é quando tudo se msitura...

Escorpiana Explosiva disse...

lindas palavras obrigada pela visita.

Kanoff disse...

- Quem é o teu herói literário favorito?
- D’Artagnan. Por se integrar bem no colectivo. Já sabes: sou de esquerda...
- Pois o meu herói é Robinson Crusoe. Por ser individualista. Já sabes: sou de direita...

Entre linhas disse...

Excelente texto,blog de grande qualidade,fotos espcepionais e muito bem enquadradas.
Bom Domingo
Bjs Zita

LB disse...

E todos esses sentimentos nascem de algum recanto misterioso da nossa alma. O dificil é encontra-lo.

Abraço

impulsos disse...

O texto está muito bom!

É... a paixão é quase uma doença... uma obsessão...
O amor, pode ter um pouquinho de tudo: amizade, romantismo, companheirismo,saudades...

Beijo num impulso meu

PS. Obrigada pelo link, decerto que tb farei o mesmo.

Vity disse...

Ola,
Mais um tema interessante.
O amor é a serenidade que precisamos ... mas a paixão é a loucura que não dispensamos...
Nem sempre é possivel conciliar ambas ... ou vivemos uma ou outra...
Há quem consiga viver as duas vertentes, as vezes em simultaneo ... mas isso já implica "trair" a confiança de alguem.
O bom mesmo seria termos um tempo para viver paixões e outro para vivermos o amor ... mas não é assim.. e um ou outro pode aparecer em qualquer momento da nossa vida ... quando menos esperamos....
Viver ou "fugir" depende apenas de nós ... do controle que temos sobre a nossa vida e as nossas emoções...
Já fugi muito ... hoje prefiro "arrepender-me" de algo que fiz ... do que de algo que não fiz...
Beijo
Vity

Sandokan disse...

Subi e desci, tantas vezes,
o teu corpo percorrido pela música,
pelas doze cordas do Ocidente,
pelos tambores leves que trouxeste das outras
margens,
do contínuo rumos das tendas.

Não,
não adormeço, tenho frio,
tenho um sonho de águas estagnadas que me
espera ao abrir os olhos.

Hoje,
ao contemplar os jardins fechados,
recordo tudo isso,
escrevo,
parto sonambulamente,
mas não sei onde encontrar a tua morada,
os gladíolos ardentes

BEIJOS DO TIGRE DO LUSO.

Sleeping_Angel.69@Hotmail.com disse...

venho mais uma vês esclarecer uma pequena duvida o autor das postagens neste blog não é uma miúda mas sim um miúdo abraços a todos e desculpem o incomodo

♥Princess♥Fabiana♥ disse...

Texto espectacular ... gostei muito :)
Bjo Fabi ***

Solitária disse...

Olá!!
Venho agradecer uma visita, porque agora tenho estado um pouco ausente deste mundo dos blogs...
Beijitos e votos de um excelente fim de semana

Sleeping_Angel.69@Hotmail.com disse...

Se eu fosse uma hora do dia, seria: Seria a hora do por do sol.




Se eu fosse um planeta ou astro seria: O sol

Se eu fosse uma direcção seria: O Sul

Se eu fosse um móvel seria: Uma cama

Se eu fosse um liquido seria: Água (sem dúvida)

Se eu fosse um pecado, seria: Gula

Se eu fosse uma pedra, seria: Um Rubi

Se eu fosse uma árvore seria: Uma Amendoeira (de preferência em flor)

Se eu fosse um fruto, seria: Uma Melancia

Se eu fosse um clima: Seria temperado

Se eu fosse um instrumento musical seria: Um piano (óbvio)

Se eu fosse um elemento, seria: Água (alguma dúvida?)

Se eu fosse uma cor: Azul (do céu, do mar)

Se eu fosse um bicho: Seria uma leoa.

Se eu fosse um som seria: O som das ondas do mar na praia.

Se eu fosse uma música seria: Calma

Se eu fosse um estilo musical seria: Estilo romântico

Se eu fosse um sentimento seria: A alegria

Se eu fosse um livro, seria “As palavras que nunca te direi”

Se eu fosse uma comida: Qualquer prato de arroz.

Se eu fosse um lugar seria: Uma ilha de areia fina, branca e água cristalina.

Se eu fosse um gosto, seria: Doce

Se eu fosse um cheiro, seria: Alfazema

Se eu fosse uma palavra, seria: Amor

Se eu fosse um verbo, seria: Amar

Se eu fosse um objecto: … Um Berço

Se eu fosse peça de roupa: Pareo


Se eu fosse 1 parte do corpo seria: Os olhos (e as pernas)




Se eu fosse 1 expressão facial: Um sorriso

Se eu fosse 1 personagem de desenho animado seria: Simba …”O Rei leão”

Se eu fosse 1 filme seria: “ìntimo e Pessoal!…”

Se eu fosse 1 forma: Redonda

Se eu fosse 1 número: Seria 7

Se eu fosse 1 estação seria: O verão

Se eu fosse uma frase, seria:


“Não faças aos outros aquilo que não queres que te façam a ti...”