08 fevereiro 2007

Mistério


O mistério invade a minha alma…
Faz-me puxar pela imaginação
Faz-me perder a calma...
Acelera-me o coração

Como serão os teus sonhos?
Como serão os teus pesadelos?
Como serão os teus desejos?
Serão feios ou belos?

Será que o teu olhar...é frio e distante
Ou será que ele...brilha como um diamante?

Será que o teu sorriso...transmite paz e amor?
Ou será que ele apenas disfarça...uma grande dor?

A ansiedade asfixia-me
Faz bater mais forte o meu coração...
Serás uma agradável surpresa...
Ou uma enorme desilusão...

Nada disso interessa desde que sejas apenas tu...

4 comentários:

@@xana isep disse...

bem divinal do melhor que ja li aqui no entre as palavras grande momento deitaste tudo cá pra fora esse coração ficou bem + levezinho

@moskinha isep disse...

Tira uma última passa nesse cigarro
velho marujo, lobo-do-mar.
A faina aguarda no mar revolto
onde solto procuras pescar
sempre envolto na fé de voltar.

Abotoa o casaco até cima
que a brisa matinal gela.
Sopro do mar, aquela mulher bela
que no abraço ciumento,
do seu quebrar violento,
te diz serena que tu és dela.

Em terra fica o pranto,
nos trajes negros de quem espera
na saudade voraz que aperta.
A vida dura de vida incerta
de quem no mar tem a sua quimera.

Tira uma última passa nesse cigarro
sem precipitação ou pressa.
Porque essa pode ser a tua última passa.
Que o mar sozinho decide quem regressa
e nem mesmo a Deus ele confessa
aqueles que leva quando o mar os abraça.
Bem aqui fica o meu prometido poema ao autor deste blog abraços ca do teu grande amigo

Mary Jane disse...

Esta tua veia poética deixa-me sempre emocionada.
Este "Mistério" é uma palvra de Vida em que todos,sem excepção,se devem identificar,de uma maeira ou de outra.
A sensibilidade das tuas palavras relevam o homem romântico que deves ser...

estrela perdida disse...

Amei esse blogger!!!
e me atrevo copiar umas poesias, poemas, sei lá. toda essa declaração de amor a flor da tela. bjs e parabensssssssss